5 refeições para substituir a janta de forma saudável

Para substituir a janta de forma saudável, uma boa dica é apostar na sopa de legumes (que pode ser feita com os ingredientes apenas cozidos ou batidos)
Para substituir a janta de forma saudável, uma boa dica é apostar na sopa de legumes (que pode ser feita com os ingredientes apenas cozidos ou batidos)
Luciana Novaes

Consultor:

Luciana Novaes

Nutricionista mestre em Saúde Pública pela FIOCRUZ com especialização em Saúde Materna e Infantil e Nutrição Clínica e Estética pelo IPGS

Substituir a janta por lanches mais leves (como sanduíches e vitaminas) é uma boa alternativa para quem precisa seguir uma dieta e ter um maior controle sobre a alimentação. No entanto, para fazer isso de forma segura, é muito importante atentar a algumas questões nutricionais - cortar alimentos maléficos (como os gordurosos ou ultraprocessados) e dar preferência a uma comida mais natural, por exemplo. Para saber mais sobre o assunto, nós consultamos a nutricionista e mestre em Saúde Pública Luciana Novaes, que deu ótimas sugestões de como substituir a janta de forma saudável. Dá uma olhada

Saiba como substituir a janta de forma equilibrada

A principal dica para substituir a janta de forma saudável é selecionar alimentos leves (e de preferência mais naturais) que serão ingeridos na parte da noite. De acordo com Luciana Novaes, essa é uma das partes mais importantes na hora de montar o cardápio. "À noite não devemos consumir grandes refeições e alimentos de difícil digestão, porque o nosso corpo tende a trabalhar mais lentamente. Vale destacar que carboidratos refinados, como pão branco, doces, bebidas açucaradas e biscoitos, apesar de parecerem mais leves, criam o mesmo problema", explica a profissional.

1. Prepare uma sopa de legumes

Uma alternativa bem simples e nutritiva para o cardápio noturno é a sopa de legumes, que pode ser feita com cenoura, inhame, chuchu, batata, vegetais folhosos, salsinha e outros temperos - cozidos em pedaços ou até mesmo batidos. A nutricionista dá uma boa dica para preparar uma sopa mais saudável: "Faça uma sopa de legumes com um pouco de gordura para dar saciedade. Você pode utilizar uma bebida vegetal como o leite de coco para garantir isso", recomenda Luciana.

2. Ovo cozido com salada verde

A combinação de proteínas de origem animal (de preferência, com pouca gordura) e vegetais variados também é uma boa dica para quem busca um cardápio mais leve na parte da noite. A nutricionista recomenda algumas combinações saborosas e nutritivas: "Proteínas com saladas são sempre bem-vindas. Uma boa sugestão é preparar ovo, frango ou salmão e servir com salada verde", sugere.

3. Faça um suplemento de proteínas com abacate

Você sabia que também é possível preparar smoothies, shakes e vitaminas usando a combinação de suplemento proteico com frutas? A nutricionista recomenda uma boa receita de bebida - prática e nutritiva - para incluir na dieta. "Suplemento de proteína com frutas. Se você gosta de proteína vegana em pó, por exemplo, pode utilizá-la para uma refeição adicionando um pouco mais de calorias. Experimente: 1 medida de suplemento de proteína, ½ copo de leite vegetal como o de aveia que é bem leve e ½ polpa de abacate. Acrescente água para ficar na consistência mais adequada ao seu paladar", indica a profissional.

4. Prepare um sanduíche de pão integral com frango ou peixe e vegetais

Quando se trata de fazer um lanche mais rápido e ao mesmo tempo saudável, uma excelente opção é recorrer ao sanduíche light. É importante lembrar apenas de evitar pães brancos (feitos com farinhas não integrais) e recheios muito gordurosos (como embutidos). "A utilização de um pão 100% integral com uma proteína magra (como o peito de frango ou filé de peixe branco) também é uma opção. Incremente o sanduíche com vários vegetais, como alface, tomate, rúcula e cenoura ralada. Não utilize nenhum tipo de molho ou queijo", recomenda Luciana.

5. Faça tortas de legumes

Preparar tortas e receitas salgadas simples usando legumes e vegetais também é uma saída para substituir a janta. A nutricionista Luciana sugere uma receitinha simples para experimentar no dia a dia: "Uma torta de legumes mais leve que você pode já deixar pronta e só aquecer na hora da refeição é bem interessante. Coloque quinoa com abobrinha ralada, queijo ralado light e ovos em uma tigela. Misture tudo e asse em forminhas. Em 20 minutos ficará pronto", indica a profissional.

Cuidados para montar um cardápio de janta saudável e equilibrado

Planejar a janta para um horário mais adequado (não tão tarde) também é algo importante, sabia? De acordo com a nutricionista, é fundamental ter uma rotina mais acertada e regulada para a alimentação diária.

"Devemos lembrar que, à noite, o nosso ritmo diminui e, portanto, gastamos menos calorias. Por isso, as refeições devem ser mais leves, com alimentos de fácil digestão, para não sobrecarregar nosso corpo e não armazenarmos um ganho de peso indesejado. O jantar também não deve ser servido tão tarde. Acontecendo entre no máximo 18h e 20h, nosso corpo consegue dar conta. Mas, a partir desse horário, vai ficando cada vez pior o funcionamento do organismo, e a digestão é algo que provoca grande esforço. Em compensação, ficar sem comer também pode gerar uma fome maior de madrugada, resultando em dificuldade para conciliar o sono e perda de rendimento durante o dia", afirma a especialista.

Para complementar, a nutricionista destacou alguns cuidados necessários para montar a janta (sem esquecer nutrientes importantes) e listou os principais alimentos que devem ser incluídos nessa refeição:

Principais cuidados nutricionais com a janta

- Evite frituras e alimentos ricos em gordura animal;

- Nada de industrializados já prontos, com uma grande quantidade de conservantes, corantes, sódio, açúcar e gordura;

- Não troque a janta por sanduíches carregados em embutidos, molhos e feitos com pão branco;

- Evite também o consumo de bebidas açucaradas como refrigerantes, achocolatados e sucos de caixinha;

- É importante que tenha um tipo de proteína para garantir saciedade e um consumo de volume menor.

Alimentos adequados para comer à noite

- Legumes e verduras;

- Frutas com menor teor de açúcar e mais gordurosas como abacate e castanhas;

- Bebidas vegetais sem açúcar;

- Fonte de proteínas mais magras como o filé de peito de frango, peixes e ovos.

Receitas:
Batata
Ver Mais

Últimas Matérias

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde 4 frutas amarelas excelentes para a sua saúde

Que as frutas são essenciais para uma alimentação saudável, todo mundo já sabe. Algumas delas, inclusive, como a banana, o maracujá e a manga, possuem...

> Leia mais
Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo Chocolate em pó tem lactose? Descubra se intolerantes podem consumi-lo

Quem tem alergia ou intolerância à lactose precisa tomar diversos cuidados com a dieta - tais como seguir um plano alimentar rígido e olhar sempre com...

> Leia mais
Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades Chá de jasmim tem benefícios de sobra! Descubra as suas propriedades

Além de ser uma flor bem bonita e aromática, o jasmim é fonte de antioxidantes e diferentes propriedades medicinais, sendo muito indicado para o preparo de...

> Leia mais
Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento Kani é saudável? Conheça os prós e contras desse alimento

Muito usado na culinária japonesa, o kani kama é um alimento feito à base de frutos do mar que pode ser servido com arroz, macarrão ou até como...

> Leia mais
Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas Que tal praticar futevôlei? Conheça esse esporte criado nas areias cariocas

Conhecido como uma modalidade esportiva de areia, o futevôlei faz um enorme sucesso nas praias cariocas e ao redor do mundo. Criado por volta de 1960 no Rio...

> Leia mais
O que é picles e como fazer essa conserva

O que é picles e como fazer essa conserva O que é picles e como fazer essa conserva

Usado no preparo de saladas, sanduíches e outras receitas, o picles nada mais é do que uma forma de preparar e consumir legumes e vegetais, reaproveitando os...

> Leia mais
Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas Conhece alguma fruta com Q? Veja espécies supernutritivas

Que tal experimentar frutas de diferentes espécies para ampliar o cardápio e preparar novas receitas? No Brasil, existem milhares de opções nativas e...

> Leia mais
Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes Como fazer yakisoba tradicional, prato com legumes rico em nutrientes

De origem japonesa, o yakisoba nada mais é que um tipo de macarrão servido com diferentes legumes, temperos e, geralmente, incrementado com molho shoyu....

> Leia mais
Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária Comida portuguesa: 5 pratos para se apaixonar por essa culinária

A influência portuguesa na culinária brasileira é inegável. Mas quando se trata dos pratos típicos desse país europeu, nem todo mundo conhece as referências!...

> Leia mais
Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose Arroz tem açúcar? Entenda sua relação com a glicose

Embora tenha apenas 0,1 gramas de açúcar por porção, o arroz é um alimento caracteristicamente conhecido por influenciar no aumento da glicose. Por isso,...

> Leia mais