4 doenças causadas pela falta de vitamina D e onde encontrar o nutriente

Para garantir que o organismo não fique com falta de vitamina D, é muito importante tomar sol com frequência (ao menos três vezes por semana)
Para garantir que o organismo não fique com falta de vitamina D, é muito importante tomar sol com frequência (ao menos três vezes por semana)

A ausência de alguns nutrientes no organismo pode acarretar em diversos problemas de saúde, sabia? Um exemplo bem conhecido, inclusive, é o da anemia, doença causada pela falta de ferro. O que muita gente não sabe, no entanto, é que a ausência de vitamina D também pode ser responsável por diversos problemas - relacionados à resistência dos ossos e até aos sistemas cardiovascular e respiratório. Para explicar melhor esse assunto, nós preparamos uma matéria falando sobre as principais doenças causada pela falta de vitamina D e como preveni-las. Ou seja, como aumentar o consumo desse nutriente no dia a dia. Confira!

1. Osteomalácia é uma doença que causa fraqueza muscular e óssea em adultos

Causada principalmente pela falta de vitamina D no organismo, osteomalácia é uma doença óssea que pode acometer adultos, causando fraqueza (tanto muscular quanto óssea), dores e espasmos musculares. Vale destacar que a vitamina D é responsável por regular a absorção do cálcio (mineral que fortalece a estrutura dos ossos). Por isso, quando essa vitamina está em falta, problemas relacionados à ossatura tornam-se mais frequentes.

2. Raquitismo se manifesta na infância, causando fraqueza e deformação na ossatura

Assim como a osteomalácia, o raquitismo é uma doença que afeta a estrutura óssea e muscular. Ela se manifesta na infância e pode causar uma série de problemas: retardo no crescimento, fraqueza muscular, dores e, em alguns casos, até mesmo deformação no esqueleto. Isso acontece por conta da desmineralização dos ossos - ou seja, a falta de vitamina D prejudica a absorção do cálcio, o que resulta enfraquecimento da ossatura. Por isso, é muito importante que as crianças tenham uma boa alimentação (rica em cálcio e vitamina D) e peguem sol com frequência.

Obs.: Existem também casos raros em que a criança já nasce com raquitismo. No entanto, na maioria das vezes, esse problema é causado pela falta de vitamina D e cálcio.

3. Crises de asma podem ser causadas pela falta de vitamina D

Muita gente não sabe, mas a falta de consumo de vitamina D também pode afetar doenças do trato respiratório, como a asma. Muitas pesquisas científicas apontam, por exemplo, que a ausência dessa vitamina tende a aumentar os riscos de crises asmáticas em crianças e adultos. De acordo com um estudo publicado na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), genes ligados à asma podem ser regulados pela vitamina D. Por isso, esse nutriente vem sendo considerado importante para quem sofre de problemas respiratórios.

4. Deficiência de vitamina D pode estar associada à diabetes do tipo 2

As funções que a vitamina D cumpre no organismo são muitas (e muito importantes). Além de auxiliar na absorção do cálcio, ela também contribui para o metabolismo da glicose, por exemplo. Por isso, muitos estudos apontam que a falta dessa vitamina pode estar associada à diabetes do tipo 2 (quando o corpo ainda produz insulina, mas de forma insuficiente). Ao consumir uma boa quantidade de vitamina D, o organismo consegue absorver melhor a glicose e, assim, lidar melhor com a doença.

Bônus: consumo de vitamina D ajuda a prevenir artrite reumatoide e problemas de colesterol alto

Você sabia que o consumo de vitamina D pode ajudar a prevenir uma série de problemas de saúde? A artrite reumatoide, para quem não conhece, é uma doença inflamatória que ataca as articulações, causando dores e fraqueza nas juntas. Apesar de não existir uma causa conhecida para essa doença, sabe-se que a ausência de vitamina D pode sim estar associada, pois aumenta o risco de contrair artrite. Além disso, essa vitamina ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e, por isso, é indicada para prevenir problemas de circulação sanguínea.

Como aumentar o consumo de vitamina D?

Para aumentar o nível de vitamina D no organismo, é fundamental comer peixes (como atum e sardinha), ovos, leite, fígado, óleo de coco, cogumelos e outros alimentos fontes do nutriente. No entanto, vale destacar que a recomendação mais importante é pegar sol diariamente - afinal, são os raios solares que estimulam a absorção da vitamina D no organismo.

Últimas
Receitas
Ver Mais

Últimas Matérias

As características da laranja-bahia e como ela se diferencia das outras

As características da laranja-bahia e como ela se diferencia das outras As características da laranja-bahia e como ela se diferencia das outras

Você sabia que existem diferentes tipos de laranja que variam, principalmente, em termos de sabor e textura? A laranja-bahia, por exemplo, é uma alternativa...

> Leia mais
Como evitar o aquecimento global através da alimentação

Como evitar o aquecimento global através da alimentação Como evitar o aquecimento global através da alimentação

Você sabia que é possível combater o aquecimento global através de pequenas atitudes no dia a dia? Mudar hábitos alimentares, de consumo e estilo de vida é...

> Leia mais
O que é gordura visceral e como perdê-la com hábitos saudáveis

O que é gordura visceral e como perdê-la com hábitos saudáveis O que é gordura visceral e como perdê-la com hábitos saudáveis

O excesso de acúmulo de gordura no corpo pode ser prejudicial para o organismo como um todo, acarretando em doenças do coração, por exemplo. A gordura...

> Leia mais
4 tipos de tangerina e as características nutricionais de cada um deles

4 tipos de tangerina e as características nutricionais de cada um deles 4 tipos de tangerina e as características nutricionais de cada um deles

Existente em diferentes versões, a tangerina é uma fruta cítrica rica em vitaminas A, C e sais minerais que fortalecem a imunidade e melhoram a saúde do...

> Leia mais
Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer

Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer Fezes verde pode ser alimentação! Descubra o que fazer

Você tem o hábito de reparar na frequência diária em que vai ao banheiro evacuar? Para garantir a saúde do intestino, é muito importante ter uma alimentação...

> Leia mais
O que é curau? Como fazer essa receita de milho verde

O que é curau? Como fazer essa receita de milho verde O que é curau? Como fazer essa receita de milho verde

Chamado de canjica em estados do Nordeste, o curau é um prato de origem afro-brasileira que faz muito sucesso nas festas de São João. Feito basicamente com...

> Leia mais
Qual quantidade de uva passa posso comer por dia? Aprenda a não exagerar

Qual quantidade de uva passa posso comer por dia? Aprenda a não exagerar Qual quantidade de uva passa posso comer por dia? Aprenda a não exagerar

Versáteis, práticas e ricas em nutrientes, as frutas secas são ótimas para incrementar iogurtes, bolos, panetones e funcionam como lanche rápido (fácil de...

> Leia mais
As frutas com H que você talvez não conheça, mas são supernutritivas

As frutas com H que você talvez não conheça, mas são supernutritivas As frutas com H que você talvez não conheça, mas são supernutritivas

Para fortalecer a imunidade e matar a vontade de comer doce no dia a dia, uma ótima dica é incluir diferentes tipos de frutas na dieta. Além das mais...

> Leia mais
Gelatina vegana existe! Aprenda a prepará-la com diferentes ingredientes

Gelatina vegana existe! Aprenda a prepará-la com diferentes ingredientes Gelatina vegana existe! Aprenda a prepará-la com diferentes ingredientes

Fonte importante de colágeno, a gelatina pode trazer uma série de benefícios para a saúde dos ossos, articulações e da pele. Para quem não sabe, ela é feita...

> Leia mais
Como fazer chuchu deixando o prato delicioso

Como fazer chuchu deixando o prato delicioso Como fazer chuchu deixando o prato delicioso

Muito usado no preparo de sopas, refogados, gratinados e saladas, o chuchu é um fruto bem nutritivo - rico em vitaminas (A, B e C), antioxidantes, fibras e...

> Leia mais