Vitamina B9 para gestantes: Por que o nutriente é importante durante a gravidez?

A ingestão diária de vitamina B9 é de essencial para a saúde da gestante e também para o bom desenvolvimento do bebê na gravidez
A ingestão diária de vitamina B9 é de essencial para a saúde da gestante e também para o bom desenvolvimento do bebê na gravidez

A espera é longa. 9 meses repletos de expectativas e sonhos, mas, também de muitos cuidados especiais para manter uma gravidez tranquila e saudável. Por isso, antes mesmo de ver o rostinho da criança que está por vir, as mamães se desdobram para manter uma alimentação balanceada e nutritiva durante o período de gestação. E, dentre esses nutrientes, um dos mais importantes é a vitamina B9, substância poderosa para quem precisa comer por dois.

Também chamada de ácido fólico ou folato, a vitamina B9 faz parte do grupo das vitaminas do complexo B, 8 elementos essenciais para manter o organismo equilibrado e saudável. Segundo a nutricionista Luciana Novaes, esse nutriente é mais indicado para as mulheres que desejam engravidar ou para aquelas que estão bem no início da gravidez, já que a substância age no desenvolvimento do bebê:

"Logo no início da gravidez, o bebê estará em uma intensa fase de desenvolvimento. Com duas semanas de gestação, período que muitas vezes a mulher nem sabe que está grávida, se inicia o desenvolvimento do tubo neural que dará origem ao cérebro e medula espinhal do bebê. O ácido fólico é a vitamina que ajuda a formação correta desse tubo, evitando problemas como a hidrocefalia e a espinha bífida", explica a profissional.

Onde encontrar a vitamina B9? Descubra quais são os alimentos ricos nessa substância

- Vegetais: Espinafre, aspargos, couve, brócolis, salsinha, beterraba crua e couve de bruxelas.

- Leguminosas: Feijão branco e outros tipos de feijões, amendoim e lentilha, soja e derivados.

- Frutas: Melão, laranja e maçã.

- Grãos e cereais: Gérmen de trigo e arroz.

Outros alimentos: pão integral, gema de ovo, fígado e peixes.

Recomendação de consumo - Segundo Luciana Novaes, não há uma recomendação específica, o ideal é que a mulher que deseje engravidar, já comece a utilizar essa vitamina e que mantenha sua ingestão até o final do primeiro trimestre de gravidez.

Uma boa alimentação é indispensável durante toda a gestação

Manter o corpo saudável e garantir a saúde do bebê é de suma importância. Por isso, a nutricionista recomenda um cardápio variado, com frutas, legumes e proteínas, assegurando a ingestão de todos os nutrientes que a mulher necessita nesse período. Além disso, alguns outros nutrientes também se tornam necessários para o bem-estar. Veja quais são:

- Cálcio: O mineral vai fazer o controle da pressão arterial, diminuindo o risco de pré-eclâmpsia (pressão arterial elevada) e parto prematura, além de ser importante para manter a saúde dos ossos do bebê e da mãe.

Onde encontrar: Leites e derivados, quiabo, sardinha, espinafre e tofu.

- Vitamina D: Exerce função no controle do açúcar no sangue, diminuindo o risco de diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e do beber nascer com tamanho menor.

Onde encontrar: Frutos do mar, peixes, ovo, leite e cogumelos

- Ferro: Importantíssimo para evitar quadros de anemia. "O problema comum em gestantes por conta do próprio mecanismo da gestação que favorece essa enfermidade", explica Luciana.

Onde encontrar: Carne vermelha, soja, feijão, lentilha e vegetais verdes escuros (brócolis, espinafre e couve).

- Vitamina C: Irá auxiliar na absorção do ferro e ajudar a manter o sistema imunológico fortalecido, livre de gripes, resfriados e outras enfermidades.

Onde encontrar: Frutas cítricas (laranja, limão, acerola), couve, pimentão e brócolis.

- Vitamina A: Auxilia na formação de órgãos do bebê e é importante para manter a saúde dos olhos, garantindo que a mãe não desenvolva cegueira noturna e o bebê tenha a visão com formação adequada.

Onde encontrar: Cenoura, gema de ovo, espinafre, manga, mamão e óleo de peixe.

- Ômega 3: Previne a depressão pós-parto, diminui o estresse gestacional e melhora o crescimento e desenvolvimento de bebês durante a gestação, principalmente o desenvolvimento cerebral.

Onde encontrar: Salmão, sardinha, chia, linhaça e nozes

Cuidados - A forma como a mulher se alimenta, o tipo de nutriente ingerido e suas quantidades vão programar as células do bebê para serem saudáveis ou já virem com mais facilidade de desenvolver doenças. "Uma gestante que consome muitos alimentos ricos em gordura e açúcar, por exemplo, já deixa seu bebê com maiores chances de desenvolver diabetes e obesidade", alerta a profissional.

*Luciana Novaes (CRN4 - 14100757) é nutricionista clínica com especialização em gestantes, vegetarianos e nutrição estética. A profissional disponibiliza seu site para outras informações e questões alimentares: www.luciananovaes.com

Receitas:
Salmão
Ver Mais

Últimas Matérias

Água de coco: como substitua a água em sucos

Água de coco: como substitua a água em sucos Água de coco: como substitua a água em sucos

A água de coco é uma bebida muito poderosa e aliada da alimentação saudável. Além de ser uma excelente opção para se hidratar, ela é um isotônico natural e...

> Leia mais
Snacks de até 100 calorias para a hora do lanche

Snacks de até 100 calorias para a hora do lanche Snacks de até 100 calorias para a hora do lanche

Seguir uma alimentação saudável não significa apenas ingerir menos calorias. A alimentação está intimamente ligada à nossa saúde e, por isso, uma dieta...

> Leia mais
Queijo minas, ricota e cottage: qual a diferença entre os tipos de queijo?

Queijo minas, ricota e cottage: qual a diferença entre os tipos de queijo? Queijo minas, ricota e cottage: qual a diferença entre os tipos de queijo?

Queijos são muito saborosos e fazem parte da dieta da maior parte das pessoas não-veganas. Eles podem aparecer em saladas, molhos, sanduíches, pratos quentes...

> Leia mais
Rúcula, espinafre e couve: os benefícios das verduras verde-escuras

Rúcula, espinafre e couve: os benefícios das verduras verde-escuras Rúcula, espinafre e couve: os benefícios das verduras verde-escuras

As verduras são parte fundamental em qualquer alimentação saudável. Elas têm poucas calorias e são ricas em vitaminas e minerais, mas são as folhas...

> Leia mais
Açaí: como aproveitar esse lanche de forma pouco calórica?

Açaí: como aproveitar esse lanche de forma pouco calórica? Açaí: como aproveitar esse lanche de forma pouco calórica?

O açaí é uma fruta original da Amazônia e rica em vitaminas e minerais, trazendo diversos benefícios para a saúde. Ela é muito popular em lanches por todo o...

> Leia mais
Frutos do mar: quais alimentos podemos incluir regularmente na alimentação?

Frutos do mar: quais alimentos podemos incluir regularmente na alimentação? Frutos do mar: quais alimentos podemos incluir regularmente na alimentação?

Não é segredo que os peixes são um alimento importante para a saúde e o bom funcionamento do organismo. Eles são uma excelente fonte de proteínas, além de...

> Leia mais
Propriedades da banana: o que cada tipo da fruta pode fazer pela sua saúde?

Propriedades da banana: o que cada tipo da fruta pode fazer pela sua saúde? Propriedades da banana: o que cada tipo da fruta pode fazer pela sua saúde?

Provavelmente você já ouviu falar das diferentes variedades da banana. Essa fruta - que traz inúmeros benefícios para a nossa saúde - tem muitos tipos,...

> Leia mais
Alimentos ricos em fibras: quais são os 7 melhores para incluir na dieta

Alimentos ricos em fibras: quais são os 7 melhores para incluir na dieta Alimentos ricos em fibras: quais são os 7 melhores para incluir na dieta

É conhecido que o corpo humano necessita de diversos nutrientes para funcionar corretamente. E, para manter a saúde e garantir esse bom funcionamento do...

> Leia mais
Lanches para comer antes e depois de malhar

Lanches para comer antes e depois de malhar Lanches para comer antes e depois de malhar

Muito se fala sobre a importância da alimentação para a manutenção da saúde e prevenção de doenças. Os alimentos que comemos são fonte de energia e...

> Leia mais
Ômega 3 e ômega 9: quais as diferenças entre os dois nutrientes?

Ômega 3 e ômega 9: quais as diferenças entre os dois nutrientes? Ômega 3 e ômega 9: quais as diferenças entre os dois nutrientes?

Você provavelmente já ouviu falar em ômega 3 e ômega 9. Eles estão presentes em diversos alimentos e, muitas vezes, estão destacados nas embalagens, que...

> Leia mais