Vamos dançar? Veja os benefícios da dança para uma vida saudável

Se "quem canta os males espanta", quem dança tem uma vida mais saudável! Uma das atividades que mais ganha adeptos atualmente, principalmente entre as mães, a prática gera inúmeros benefícios à saúde,melhorando o humor, o estresse, a sensação de bem-estar e, claro, o controle de peso e tonificação corporal.

Para quem não é muito fã de academia, a dança representa uma alternativa divertida por ser uma atividade em conjunto e bem menos intensa que uma musculação, por exemplo. Mas, mesmo sendo uma prática leve e benéfica à vida saudável, passar por uma avaliação física antes de praticar é recomendável, assim como o começo gradual.

"Para uma pessoa sedentária, essa prática de dança deve começar com uma vez por semana, independente do estilo escolhido. Com o tempo, o corpo vai ganhando resistência e a prática pode ser mais intensa", orienta a professora de dança Tassiane Rodrigues.

Dentre outros benefícios, a dança estimula a circulação do sangue, ajudando na saúde do coração; melhora a capacidade respiratória, aumenta a massa magra e, como toda atividade aeróbica, é ótima para emagrecer.

"A Zumba e o Hip Hop são danças com ritmo acelerado e intenso, proporcionando uma queima maior de calorias. Já o balé clássico e as danças de salão exigem um alinhamento determinado para cada movimento, tonificando os músculos e fazendo com que o bailarino mantenha uma postura ereta", explica Tassiane, realçando o poder da atividade também na parte mental.

"Quem dança fica mais feliz, a pessoa deixa para trás a correria do dia a dia, se solta, se diverte e ainda por cima ganha confiança em si mesmo", ressalta Tassiane.

Benefícios da dança para a saúde

Controle da ansiedade e do estresse – Diminui a tensão, relaxa a musculatura e estimula a concentração, além de oferecer sensação de bem-estar e tranquilidade.

Aumento da autoestima – Alguns passos são desafios, não se pode negar. Mas quando o obstáculo é ultrapassado e o resultado é obtido, é impossível não se sentir bem!

Melhora da circulação – Por estimular a circulação do sangue, a dança é uma atividade amiga do coração.

Aumento da flexibilidade – A dança melhora a coordenação motora e o condicionamento físico em pouco tempo de prática.

Aumento do tônus muscular – Como contém movimentos que necessitam de força e resistência muscular, o ganho de massa magra é uma das consequências da dança, além de colaborar para deixar os músculos de regiões como glúteos e abdome mais firmes.

Melhoria da tensão pré-menstrual – Por liberar endorfina, o hormônio que favorece o bom humor, a dança é recomendada durante o período da tensão pré-menstrual melhorando a depressão ocasionada pelo período.

Controle do colesterol – Além de todos os benefícios citados, a dança diminui os níveis de LDL – o colesterol ruim e elevam o HDL, o colesterol bom.

Ver mais: Bem-estar

Últimas matérias