Trocas saudáveis: descubra 7 alimentos que você pode substituir na sua dieta

"Trocar seis por meia-dúzia"? Não se o assunto for a nossa alimentação saudável. Quando buscamos uma reeducação alimentar, algumas substituições são essenciais para seguirmos um plano nutritivo, equilibrado e de acordo com a nossas necessidades. Por isso, saber priorizar receitas com ingredientes naturais, orgânicos e menos calóricos, é uma missão importante para quem deseja manter uma dieta funcional e ampliar o leque de opções nos cardápios da semana.

Nessas trocas, o ideal é manter o máximo possível os aspectos de sabor e textura dos alimentos preteridos, para também não forçarmos a barra. Por exemplo: a batata frita pode ser substituída por chips de batata doce, o leite integral pela versão desnatada... Essa lista pode ser extensa, mas sem grandes radicalizações. A nutricionista Daniella Chein explica os efeitos imediatos dessas substituições:

"Quando optamos por alimentos mais naturais, mais nutrientes acrescentamos ao nosso dia a dia e, assim, garantimos que nosso organismo funcione de forma saudável e eficaz", destaca a profissional, apresentando, abaixo, trocas saudáveis para o dia a dia.

7 alimentos que devem ser substituídos na dieta

1 - Farinha branca por farinha integral: As versões integrais são perfeitas para o preparo de pães, bolos e tortas, sem alterar o sabor da preparação. A farinha integral é rica em fibras alimentares que melhoram o funcionamento do intestino e também diminuem o índice glicêmico.

2 - Cereais matinais por aveia: Geralmente, os cereais matinais carregam uma grande quantidade de açúcar, sobrecarregando o organismo. Por isso, dê preferência pela aveia, acompanhando uma porção de frutas. Em forma de farinha, flocos ou farelo, a aveia também é uma fonte incrível de fibras alimentares para o organismo, ajudando a proporcionar saciedade e favorecendo o emagrecimento.

3 - Pipoca industrializada pela pipoca feita em casa: O lanche certo para acompanhar o filme no fim de semana também pode ser saudável e livre de gordura. Feita no micro-ondas com apenas com água, milho e sal, a pipoca saudável preserva os antioxidantes encontrados no milho, tornando a iguaria importante para combater os radicais livres e assim, prevenir o envelhecimento precoce das células.

4 - Macarrão tradicional por macarrão de abobrinha: O macarrão tradicional é feito com farinha branca e traz uma quantidade de carboidratos que acumulam no nosso corpo, causando o ganho de peso. Por isso, que tal um macarrão de abobrinha ou de outros legumes? Basta ralar a abobrinha como se fosse um espaguete, cozê-la e temperá-la com sal e azeite. A receita é rica em vitaminas do complexo B que ajudam a regular as funções do organismo, como por exemplo, a produção de hormônios e o fortalecimento do sistema imune.

5 - Molho de tomate pronto por caseiro: Assim como a maioria dos produtos industrializados, o molho de tomate também possui conservantes, logo, para melhorar ainda mais a sua preparação, você pode fazer o seu molho caseiro e certificar a ingestão de agentes antioxidantes, como o licopeno, que torna o corpo mais nutrido e livre de enfermidades.

6 - Temperos artificiais por naturais: Nada de comprar pronto. Use a abuse de alho, cebola, orégano e tantos outros disponíveis para tornar a refeição mais saborosa. Os temperos naturais são livres de conservantes ou aditivos químicos e, assim, garantem uma alimentação mais saudável.

7 - Refrigerante por sucos naturais: Não é segredo para ninguém que os refrigerantes não são nada saudáveis, pelo contrário, eles inflamam o organismo e possuem uma quantidade de açúcar muito elevada. Sendo assim, o ideal é optar por sucos naturais, feitos da polpa da fruta, que garante a ingestão de fibras, vitaminas e minerais que tornam o corpo saudável.

* Daniella Chein (CRN 2003100646) é formada em Nutrição Clínica pelo Centro Universitário Bennett e atua no Rio de Janeiro.

Ver mais: Alimentação saudável, Lanches, Alimentos ricos em fibras, Pão, Receitas light em calorias, Alimentos orgânicos

Últimas matérias