Tapioca emagrece? Saiba como ela pode ser usada para ajudar na perda de peso

Tapioca e dietas caminham lado a lado quando o assunto é perder peso de forma natural, através de uma alimentação saudável e nutritiva. O alimento, em suas mais variadas composições e desde que seja acompanhado por recheios adequados, possui pouca quantidade de calorias, sendo uma ótima alternativa para quem precisa controlar a fome sem abrir mão de uma saborosa refeição. Saiba como a tapioca pode auxiliar o emagrecimento saudável e as formas para inserirmos o alimento em um plano alimentar!

Livre de glúten e gorduras, a tapioca é uma boa opção para compor a nossa alimentação, principalmente em dias mais corridos, quando não temos muito tempo para pensarmos no cardápio. Rápida, versátil e extremamente prática, o alimento que é feito com a fécula da mandioca, pode ser preparado com ingredientes doces ou salgados, acrescentando nutrientes e sabor para o nosso dia. Segundo a nutricionista Priscilla Goretti, para que a tapioca seja associada ao emagrecimento, é preciso combinar hábitos saudáveis, como uma boa alimentação e atividades físicas regulares:

"É importante frisar que nenhum alimento por si só emagrece ou engorda. Os hábitos de vida é que são capazes de modificar composição corporal e consequente perda de peso. A tapioca pode ser um substituto mais interessante e saudável de alimentos calóricos geralmente consumidos, como por exemplo os pães, biscoitos. Ela é prática, muito rápida de ser feita e os recheios variados como ovos mexidos, frango desfiado, linhaça com ricota, ricota com espinafre, entre outros", explica a nutricionista.

Manhã, tarde ou noite? Qual é a melhor hora para comer tapioca?

Priscilla Goretti afirma que, ainda que seja um alimento saudável e fonte de nutrientes importantes, é preciso ter atenção quanto à quantidade e frequência de consumo, já que a tapioca é um carboidrato refinado:

"A tapioca é uma opção rápida, porém não deve ser consumida várias vezes ao longo do dia, porque o ideal é que se tenha uma dieta variada com consumo de outros alimentos fontes de nutrientes, como as frutas, verduras, legumes, cereais. A hora mais indicada para o consumo vai depender da rotina da pessoa, porém comumente é consumida no café da manhã, lanche da tarde, pré-treino e pós-treino", analisa a nutricionista.

Cuidados e atenção com o consumo: Procure um nutricionista!

A Dra. Priscilla ressalta que é importante estar atento aos rótulos das embalagens, assim como a data de validade e os cuidados de conservação do alimento: "Certifique os ingredientes presentes no alimento, cuidados para com a tapioca ainda fechada e após aberta. Estamos falando de um produto que absorve umidade com facilidade e torna-se impróprio para o consumo mais rapidamente", alerta a profissional, ressaltando:

"È importante destacar que o nutricionista é o profissional indicado para a prescrição da dieta de acordo com as necessidades, objetivos e rotina do paciente. Mas o médico e o nutricionista juntos são capazes de auxiliar em casos de restrições", finaliza a especialista.

Restrição - Os pré-diabéticos e diabéticos é que devem ficar mais atentos quanto à quantidade consumida e à frequência, pois a tapioca é um carboidrato simples que se consumido sem orientação pode levar aos picos de glicemia.

* Priscilla Goretti (CRN9 17146) é nutricionista formada pela UFJF. A profissional disponibiliza seu Instagram para informações e contato: @priscillagoretti

Ver mais: Alimentação saudável, Alimentos sem glúten, Alimentos ricos em proteínas, Receitas light em calorias, Aves, Carboidratos

Últimas matérias