Sementes de linhaça: 6 razões que fazem desse alimento um aliado da nossa saúde

Cada vez mais utilizadas como acompanhamentos em nossas alimentações, as sementes de linhaça caiu nas graças dos brasileiros, sendo um componente nutricional importante para qualquer refeição do dia. Extremamente versáteis, por combinar perfeitamente com diferentes ingredientes e receitas, esses pequenos grãos são considerados alimentos funcionais e têm poderes gigantescos em nosso organismo, o que os tornam essenciais para a saúde.

Constantemente aderidas em saladas, sucos, iogurtes, sopas, preparo de pães, biscoitos e bolos, a linhaça é a semente do linho (Linum usitatissimum), considerada uma das mais ricas fontes dos ácidos ômegas 3 e 6 existentes na natureza. Ou seja, além de nutrientes básicos (carboidratos, proteínas, gorduras, e fibras), seu consumo diário pode diminuir o risco de algumas doenças importantes, como o câncer, além da redução do ritmo de envelhecimento celular.

"Estudos dizem que a linhaça é uma possível aliada na redução de risco de doenças crônicas não transmissíveis, além de seu consumo regular ter efeito anticancerígeno e antioxidantes. A linhaça é fonte de fibras e rica em vitamina E e do complexo B, contém minerais como potássio, fósforo, ferro, zinco e manganês, além de uma excelente fonte de ácidos graxos ômega 3", destacou a nutricionista Mariane Valpassos.


Linhaça dourada e marrom: quais são as diferenças?


Existem dois tipos de linhaça: a dourada e a marrom. Nutricionalmente falando, ambas são iguais, o que difere é que enquanto a linhaça marrom possui apenas ômega 3, a dourada contém os ácidos-graxos ômega 3, 6 e 9 e são cultivadas de forma orgânica, ou seja, sem agrotóxicos.

Em relação a sua melhor forma de consumo, a semente de linhaça moída traz mais benefícios à saúde do que quando ingerida inteira. Isso ocorre devido a casca rígida que dificulta o processo digestivo. Aconselha-se a usar a tecla 'pulsar' do liquidificador ou processador para que ela não vire pó e sim farelo. O consumo deverá ser imediato, caso contrário, é indicado guardar no refrigerador, fora da luz, preservando assim boa parte de suas as propriedades nutricionais.

Confira alguns dos principais benefícios da semente de linhaça para o corpo

Redução de peso: Devido à quantidade de fibras, torna a liberação da glicose na corrente sanguínea muito mais lenta e, consequentemente, diminui o apetite.

Energia: A linhaça aumenta o nível metabólico e a efetividade na produção de energia celular. É notável a melhora da vitalidade e da disposição com o consumo frenquente da semente. Auxilia na recuperação do cansaço muscular.

Diabetes: Previne e também controla o temido diabetes. Por ser rica em fibras, a linhaça cria uma barreira no bolo alimentar, impedindo os picos glicêmicos e usufruindo menos da insulina.

Inflamações: Graças ao ácido alfalinolênico (ALA) presente na linhaça, nutriente esse que é capaz de produzir reações anti-inflamatórias .

Sistema imunológico: Devido à presença dos ácidos-graxo, indispensáveis para o nosso organismo, o consumo da linhaça impede que nosso corpo fique doente, aumentando a nossa imunidade.

Equilíbrio hormonal: Composta por isoflavona, fitoesteroide e lignana, que exercem a função do hormônio masculino, a linhaça diminui os sintomas da TPM e da menopausa.


Ver mais: Alimentação saudável, Alimentos ricos em fibras, Alimentos ricos em proteínas, Grãos, Bolo, Alimentos orgânicos, Carboidratos, Complexo B

Últimas matérias