Requeijão ou cream cheese? Qual é a diferença entre eles? Entenda!

Se traduzirmos a palavra "requeijão" para o inglês, encontraremos "cream cheese", certo? Mas, isso que dizer que os dois são a mesma coisa? Se tratando de gastronomia, não. Esses alimentos, apesar de bem parecidos, possuem pequenas (mas marcantes) diferenças. Deliciosos e versáteis, tanto um como o outro podem fazer parte de diversas preparações, no entanto, cada um com suas peculiaridades de sabor e nutrientes. Seja para passar no pão ou na torrada, acompanhando receitas mais complexas e, até mesmo, usados como recheios nas sobremesas fit, os dois produtos merecem espaço e atenção especial em nossas refeições do dia a dia.

Embora sejam pertecentes do mesmo grupo dos laticínios, os "derivados do leite", o requeijão e o cream cheese possuem alguns detalhes diferentes que podem agregar benefícios a um plano alimentar saudável. Segundo a nutricionista Carolina Baliere, esses alimentos possuem nutrientes importantes para o nosso bem-estar, desde que sejam consumidos de forma moderada:

"Quando pensamos em calorias, não precisamos nos importar tanto, pois os alimentos possuem valores nutricionais bem parecidos. Eles são ricos em proteína, além de possuírem gordura também, portanto, devemos consumir com moderação", explica a nutricionista.

Entenda as diferenças entre cream cheese e requeijão

Requeijão: O tradicional e conhecido requeijão, segundo Carolina Baliere, é feito a partir do coalho, e, muitas vezes, acrescentam creme de leite, água e sal. "O que devemos sempre observar são rótulos e preferir aquele que contenha menos ingredientes possível", alerta a nutricionista.

Cream cheese:
Muito comum nos Estados Unidos, o cream cheese chegou com tudo no Brasil fazendo parte de diversas composições, tais como: tortas (doces e salgadas), patês, no recheio da tapioca e na querida culinária japonesa. Em relação a sua composição, a Dra. Carolina Baliere explica como esse alimentos é produzido:

"O cream cheese é feito da coagulação do leite utilizando-se Streptococcus thermophilus, um microorganismo. Este possui também leite em pó, conservantes, estabilizantes, gomas, etc. E com isso se transforma em uma mistura de queijo, que não são tão saudáveis", explica a profissional, ressaltando: "Neste caso, o mais indicado seria o queijão de mussarela de búfala, pois é menos alergênico. Ainda sim é importante que sempre observe o rótulo antes de consumir", finaliza a especialista.

Dê preferência a versão light: Ambos os alimentos possuem!

Uma alimentação saudável é baseada no equilíbrio nutricional. Por isso, para não abrirmos mão dessas maravilhas, a gastronomia fit criou versões mais leves e indicadas para o consumo de requeijão e cream cheese em nosso dia a dia. Por serem bastante calóricos, os tipos light dos dois alimentos possuem menos quantidade de gordura e, principalmente no caso do requeijão, ainda há a possibilidade de ter mais fibras alimentares em sua composição.

Além disso, as versões light possuem uma considerável presença de cálcio, mineral responsável por fortalecer os ossos, ajudando além da calcificação óssea, a prevenir e combater doenças como a osteoporose.

* A Dra. Carolina Baliere (CNR 18152) é nutricionista clínica funcional e disponibiliza sua rede social para outras informações: Facebook

Ver mais: Alimentação saudável, Alimentos ricos em proteínas, Receitas light em calorias, Receitas com pouca gordura, Alimentos ricos em fibras, Alimentos ricos em cálcio

Últimas matérias