Ômegas 3, 6 e 9: Para que serve cada um deles em nossa alimentação?

Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o "3", seus benefícios ainda são pouco conhecidos. Veja aqui as diferenças entres essas gorduras e seus nutrientes!
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o
Ômega 3, 6 e 9. Presente em grandes quantidades em carnes de peixes, oleaginosas e sementes e linhaça e chia, apesar de serem muito falados, principalmente o

Produto recomendado

Azeite extra virgem português Taeq 500ml

Azeite extra virgem português Taeq 500ml

Botão do Pão de Açúcar Delivery

Muitas pessoas leem nas embalagens dos produtos um destaque especial para a presença de ômega 3, 6 e 9 na composição do alimento. Entretanto, um grande número ainda desconhece suas propriedades e importância para a saúde. O consumo de alimentos fontes desse ácido graxo é fundamental para o organismo humano, e, por isso deve fazer parte do nosso cardápio diário. Veja as diferenças entre os 3 tipos desse nutriente e seus benefícios!

Os três tipos de ômegas são gorduras que devem estar presentes e equilibradas na dieta. Em comum, todas colaboram para o aumento do colesterol bom, conhecido como HDL, e na diminuição de triglicérides e do colesterol ruim, chamado de LDL, prevenindo doenças cardiovasculares. Peixes como o atum, a truta, o salmão e a sardinha, assim como as nozes e linhaça são ricos nesses elementos.

Os 3 tipos de ômegas e seus benefícios na alimentação


Ômega 3:
Encontrado em grande quantidade em peixes, além das oleaginosas e sementes de chia e linhaça, esse elemento é, segundo a nutricionista Giovana Morbi, o mais importante dos três. Isso por que sua atuação no cérebro contribui para a manutenção das funções cognitivas e da transmissão de impulsos nervosos. "Ele ainda tem ação anti-inflamatória e ajuda a prevenir a depressão, a ansiedade e o mal de Alzheimer", analisa a profissional.

A deficiência deste tipo de gordura no organismo pode ser tratada por meio da ingestão de cápsulas, mas é preciso estar atento: "As cápsulas de ômega 3 provenientes de óleo de peixe, por exemplo, podem estar contaminadas com mercúrio, além de serem um risco para pessoas alérgicas a peixe. Por isso, é sempre recomendado consultar um especialista antes de tomar qualquer atitude", salientou a profissional.

Ômega 6: Presente em todas as nossas células corporais - mas não produzida pelo corpo humano -, essa substância deve ser ingerida frequentemente via alimentos fontes, como nozes, óleo de soja ou óleo de canola, por exemplo. Esse nutriente interfere na formação das membranas celulares e da retina, atua na síntese hormonal e colabora para o funcionamento adequado do sistema imunológico.

Ômega 9: Esse elemento é um anti-inflamatório que ajuda a prevenir o câncer e atua contra doenças do coração e contra o envelhecimento precoce das células. O ômega 9 é uma gordura monoinsaturada e recebe essa classificação porque possui uma única dupla ligação de carbono em sua molécula. Isso a torna muito mais flexível e fácil de ser metabolizada, diferente das gorduras saturadas. Suas principais fontes são: óleo de oliva, azeitona, óleo de canola, abacate e oleaginosas (amêndoas, amendoim, castanhas e nozes).

Giovana Morbi é nutricionista, formada pelo Centro Universitário São Camilo e atua em São Paulo. CRN-SP: 34076

Mais noticias com...
Receitas:
Salmão
Ver Mais

Últimas Matérias

Você sabe como fazer berinjela? Aprenda 4 maneiras saudáveis de prepará-la

Você sabe como fazer berinjela? Aprenda 4 maneiras saudáveis de prepará-la Você sabe como fazer berinjela? Aprenda 4 maneiras saudáveis de prepará-la

Quem quer seguir uma alimentação saudável não pode abrir mão da berinjela! Rica em vitaminas com poder antioxidante, sais minerais - como ferro - e fibras,...

> Leia mais
Qual a refeição mais importante do dia? Saiba quando comer mais ou menos

Qual a refeição mais importante do dia? Saiba quando comer mais ou menos Qual a refeição mais importante do dia? Saiba quando comer mais ou menos

Café da manhã, almoço, lanche, jantar... Todas as refeições têm seu devido valor, principalmente na rotina de quem deseja seguir uma alimentação regrada e...

> Leia mais
Treinando para uma maratona? Inspire-se em 3 histórias de conquista em corridas

Treinando para uma maratona? Inspire-se em 3 histórias de conquista em corridas Treinando para uma maratona? Inspire-se em 3 histórias de conquista em corridas

Quem decide participar de uma maratona não está apenas se dedicando a uma atividade física, mas também desafiando seus próprios limites. É que, para se...

> Leia mais
Conheça 7 alimentos que ajudam a evitar estrias na gravidez

Conheça 7 alimentos que ajudam a evitar estrias na gravidez Conheça 7 alimentos que ajudam a evitar estrias na gravidez

Lidar com estrias é um incômodo muito grande para a maioria das mulheres - tanto que, assim que esses risquinhos aparecem, muitas começam a recorrer a...

> Leia mais
Bebida de arroz: por que vale a pena dar uma chance a esse substituto do leite?

Bebida de arroz: por que vale a pena dar uma chance a esse substituto do leite? Bebida de arroz: por que vale a pena dar uma chance a esse substituto do leite?

Apesar do leite de origem animal ser o mais conhecido e o mais consumido entre os brasileiros, existem outras alternativas para substituir a bebida - como o...

> Leia mais
Salada quente: aprenda a preparar essa entrada perfeita para os dias frios

Salada quente: aprenda a preparar essa entrada perfeita para os dias frios Salada quente: aprenda a preparar essa entrada perfeita para os dias frios

Quando a temperatura cai, a maioria das pessoas prefere apostar em pratos quentes - e, por isso, as tradicionais saladas frias acabam sendo deixadas de lado....

> Leia mais
Sucos de legumes e verduras são muito nutritivos! Veja como deixá-los deliciosos

Sucos de legumes e verduras são muito nutritivos! Veja como deixá-los deliciosos Sucos de legumes e verduras são muito nutritivos! Veja como deixá-los deliciosos

Os sucos são indispensáveis na dieta de quem quer seguir uma alimentação saudável. E não é para menos: além de serem uma alternativa fit para quem abriu mão...

> Leia mais
Conheça as 5 melhores fontes de vitamina K para uma alimentação equilibrada

Conheça as 5 melhores fontes de vitamina K para uma alimentação equilibrada Conheça as 5 melhores fontes de vitamina K para uma alimentação equilibrada

A vitamina K é um dos nutrientes indispensáveis para manter a saúde em dia. Um dos seus diferenciais é o fato de ser usada como um suplemento para tratar...

> Leia mais
Caroço faz mal? Descubra se as sementes podem ser consumidas sem restrições

Caroço faz mal? Descubra se as sementes podem ser consumidas sem restrições Caroço faz mal? Descubra se as sementes podem ser consumidas sem restrições

Você fica preocupado se engolir acidentalmente algum caroço ou já se pegou perguntando se essa prática faz mal? Bom, quem já ouviu falar na história de que a...

> Leia mais
Os 5 tipos de comida nada nutritivos que é melhor tirar do cardápio das crianças

Os 5 tipos de comida nada nutritivos que é melhor tirar do cardápio das crianças Os 5 tipos de comida nada nutritivos que é melhor tirar do cardápio das crianças

Se já é difícil para um adulto seguir uma alimentação saudável, imagine para as crianças? Afinal, por mais que dê para se deliciar com um prato de salada,...

> Leia mais