O que é endorfina? Aprenda 6 formas de estimular esse hormônio no organismo

A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!
A endorfina é costumeiramente relacionada às atividades físicas, porém, ela pode ser estimulada em simples hábitos do dia a dia. Descubra como e os seus efeitos!

Felicidade, bem-estar, prazer, bom humor... Endorfina! Embora seja sempre relacionada às questões físicas e às prática esportivas, ela também pode aparecer em outras atividades normais da rotina. Por isso, conheça o seu corpo. Veja algumas maneiras de aumentar os efeitos desse hormônio no nosso organismo e como estimular a substância de forma natural e saudável.

Durante e após a prática de uma atividade física, a sensação de bem-estar logo aparece quase que instantaneamente. Esse sentimento se dá pela produção da endorfina, um hormônio natural produzido pelas reações do nosso cérebro. Segundo a nutricionista esportiva Carolina Xavier, a endorfina possui um efeito e analgésico, aliviando as tensões musculares, controlando a dor e regulando a liberação de outras substâncias importantes para o bom funcionamento do organismo:

"Endorfina é um neuro-hormônio produzido no organismo pela glândula chamada hipófise. O nome significa que endo(interno) mais morfina(analgésico). Ela é liberada para o sangue juntamente com outros hormônios como o GH (hormônio do crescimento) e o ACTH (hormônio adrenocorticotrófico) que estimula a produção de adrenalina e cortisol. A substância também atua no humor, amenizando o estresse, ansiedade e depressão", explica a profissional destacando algumas maneiras de aumentar a produção do hormônio no organismo:

6 maneiras saudáveis de produzir endorfina

Além da principal forma, que é a prática regular de atividades físicas, outras atividades prazerosas também podem ajudar na liberação da endorfina. As práticas vão desde um simples sorriso ao contato com a natureza, confira:

1 - Comer: A ingestão de alimentos que te deixam alegres, seja uma comida da sua avó, um tablete de chocolate ou seu prato favorito também favorece a liberação do hormônio. Isso acontece porque ingerimos alimentos que nos trazem lembranças boas e ainda proporcionam bem-estar, fazendo com que nosso cérebro libere a endorfina.

2 - Dar e receber carinhos: Beijos, abraços, carícias... não tem quem não goste! Por isso, quando nos sentimos amados ou transmitimos esse sentimento a outrem, liberamos bons níveis do hormônio do prazer e da alegria. Afinal, é impossível não se sentir bem quando estamos perto de quem amamos, não é?.

3 - Sorrir: Dar boas gargalhadas, se divertir ou contar uma piada entre os amigos torna o dia mais leve e menos estressante! Por isso, uma simples risada no meio do seu dia pode também colaborar com a liberação de endorfina do nosso cérebro, trazendo a sensação de felicidade e bem-estar.

4 - Ter relações sexuais: A intimidade, a troca de carícias, o próprio ato sexual faz com que nos sintamos bem, amados e quistos! Durante e após o sexo, a endorfina é liberada, melhorando quase que instantaneamente o nosso humor, diminuindo as tensões do dia a dia e consequentemente reduzindo os efeitos do estresse no nosso corpo.

5 - Entrar em contato com a natureza: Em um passeio no parque, um mergulho no mar ou uma caminhada perto de árvores e flores, já notou como o nosso humor muda? A natureza tem o dom de acalmar, relaxar e trazer boas sensações para o nosso dia, todo esse sentimento causado atua na liberação do hormônio no organismo, trazendo essa sensação de leveza e tranquilidade.

6 - Receber uma massagem: Relaxar, abstrair os problemas e apenas sentir os movimentos das mãos e do toque no nosso corpo. Tirar as tensões dos músculos, pensar em coisas boas e assim, tornar a massagem mais um álibi para a produção da endorfina, trazendo a sensação de bem-estar, reduzindo o estresse e acalmando nossos dias.

A falta da endorfina: O que pode causar?

Segundo a nutricionista Carolina Xavier, quando os níveis do hormônio estão baixos, alguns sintomas podem ser logo notados: "Pode causar dependência e as sensações desagradáveis como desconforto, irritabilidade, ansiedade, depressão e alteração de humor podem ocorrer em praticantes que deixaram de se exercitar, por exemplo. É um quadro similar a síndrome de abstinência causada por algumas drogas ao terem seu consumo interrompido abruptamente", explica a profissional.

Sem exageros - Principalmente para os praticantes de exercícios físicos, a nutricionista alerta: "Não existe um tempo de exercício pré-determinado a partir do qual a endorfina começa a ser liberada mais intensamente. Por isso deve ter um cuidado para não exagerar no exercício que pode sobrecarregar o corpo", finaliza.

*A nutricionista Carolina Xavier é pós graduada em nutrição esportiva e estética e maiores dicas e informações podem ser conferidas no seu blog: www.transbordesaude.com

Mais noticias com...
Receitas:
Chocolate
Ver Mais

Últimas Matérias

Benefícios da pera: os motivos para consumir a fruta com frequência

Benefícios da pera: os motivos para consumir a fruta com frequência Benefícios da pera: os motivos para consumir a fruta com frequência

A pera é uma das frutas que mais entrega nutrientes importantes para o organismo. Por isso, quem deseja seguir uma alimentação saudável, não pode deixar de...

> Leia mais
5 alimentos com muito sódio que devem ser consumidos com cautela

5 alimentos com muito sódio que devem ser consumidos com cautela 5 alimentos com muito sódio que devem ser consumidos com cautela

Assim como os demais minerais, o sódio conta com uma série de benefícios para a saúde - como aumento da energia, fortalecimento dos músculos e até um maior...

> Leia mais
A primavera chegou! Aprenda a acrescentar flores comestíveis nas suas receitas

A primavera chegou! Aprenda a acrescentar flores comestíveis nas suas receitas A primavera chegou! Aprenda a acrescentar flores comestíveis nas suas receitas

A primavera é a estação da vez! Então, para acompanhar o clima da temporada, por que não apostar em algumas receitas com flores comestíveis? Além de deixarem...

> Leia mais
Conheça 4 alimentos que são perfeitos para o seu café da manhã

Conheça 4 alimentos que são perfeitos para o seu café da manhã Conheça 4 alimentos que são perfeitos para o seu café da manhã

Não é por acaso que o café da manhã é considerado a principal refeição do dia. Além de nos tirar do desjejum, é ele quem entrega os nutrientes que o corpo...

> Leia mais
Vegetais crucíferos: o que são e por que passar a consumi-los?

Vegetais crucíferos: o que são e por que passar a consumi-los? Vegetais crucíferos: o que são e por que passar a consumi-los?

Você já ouviu falar em vegetais crucíferos? Ricos em antioxidantes, vitaminas, fibras e minerais, eles são fundamentais no cardápio de quem quer seguir uma...

> Leia mais
Nutricionista ensina como ganhar peso com saúde com a ajuda das vitaminas

Nutricionista ensina como ganhar peso com saúde com a ajuda das vitaminas Nutricionista ensina como ganhar peso com saúde com a ajuda das vitaminas

Quando se fala em dieta, todo mundo logo pensa em um cardápio focado em alimentos que ajudam a emagrecer. No entanto, também é possível readaptar a...

> Leia mais
Dia do Sorvete: 5 receitas para preparar a sua versão saudável em casa

Dia do Sorvete: 5 receitas para preparar a sua versão saudável em casa Dia do Sorvete: 5 receitas para preparar a sua versão saudável em casa

Difícil encontrar alguém que não goste de sorvete - tanto que, desde 2002, o dia 23 de setembro foi todo reservado para comemorar essa iguaria que é tão...

> Leia mais
Para se inspirar: mulheres contam como suas vidas mudaram graças à alimentação

Para se inspirar: mulheres contam como suas vidas mudaram graças à alimentação Para se inspirar: mulheres contam como suas vidas mudaram graças à alimentação

Mudar os hábitos alimentares não é tarefa fácil! No entanto, quem decide tomar essa iniciativa não se arrepende ao perceber tudo o que vem junto com uma...

> Leia mais
Benefícios do alecrim: saiba por que passar a usar esse tempero na cozinha

Benefícios do alecrim: saiba por que passar a usar esse tempero na cozinha Benefícios do alecrim: saiba por que passar a usar esse tempero na cozinha

Surgido na região do Mediterrâneo, o alecrim é uma das ervas que mais entrega benefícios para a saúde. Uma de suas funções mais conhecidas é a melhora no...

> Leia mais
Tomate e manjericão: por que essa combinação é tão boa para a nossa saúde?

Tomate e manjericão: por que essa combinação é tão boa para a nossa saúde? Tomate e manjericão: por que essa combinação é tão boa para a nossa saúde?

Várias receitas apostam na dupla tomate e manjericão para ganharem um gostinho a mais! Mas você sabia que, além da mistura de sabores que dá supercerto, essa...

> Leia mais