Mesmo com o dia a dia agitado: relaxar é preciso

A correria do dia a dia, o estresse no trabalho, o tempo gasto no trânsito contribuem para a sensação de irritação, falta de disposição e energia. Além disso, elas sobrecarregam o corpo aumentando o cansaço, ampliando os sinais de ansiedade e reduzindo a capacidade de produção.

A fisioterapeuta Hellen Morita, co-criadora da rede virtual Espaço Fluir, argumenta que tentar viver de maneira mais leve é essencial. "Para recuperação física e mental, a pessoa precisa melhorar a dieta, praticar atividades físicas regularmente , ter um passatempo e dormir ao menos 7 horas por noite", enumera.

O primeiro ponto destacado por Hellen Morita está relacionado ao consumo de alimentos saudáveis. Ela destaca que a ida ao nutricionista pode ser o pontapé inicial para uma guinada na vida. "Uma alimentação rica em gordura, açúcar e sal, por exemplo, leva ao cansaço, irritação, dor de cabeça e insônia. Por isso, comer bem aumenta a disposição para enfrentar o dia", afirma.

Segundo a fisioterapeuta, é necessário não só melhorar a qualidade das refeições como também organizá-las, evitando longos períodos de jejum. "Você se surpreenderá com o tamanho da importância que a dieta tem em nossas vidas", declara.

Encontrar atividades que deem prazer é a dica da fisioterapeuta. "Não adianta brigar com o exercício e arranjar mais um motivo para se irritar. Qualquer exercício que tire o corpo da preguiça vale para começar". Mesmo com tanta diversidade, ela explica que é necessário ter força de vontade para encontrar a atividade que se encaixa no seu perfil e rotina.

Diminua o estresse e conquiste sua vida!

A prática regular de exercícios físicos está relacionada diretamente a diminuição do estresse e da ansiedade. Isso porque libera endorfina, que é um hormônio produzido pela hipófise, responsável pela sensação de alegria e relaxamento.

Para contribuir para o equilíbrio da mente, e também do corpo, Morita sugere a meditação. "Apenas alguns minutinhos são suficientes para relaxar e recuperar a energia perdida durante os afazeres do dia", avalia.

Fazer o que gosta pode ser uma válvula de escape em casos de situações mais difíceis. "Um passatempo é importante, pois faz com que o pensamento saia do trabalho, compromissos ou problemas. Tenha aquela horinha na semana para fazer alguma coisa de que goste muito".

Ver mais: Bem-estar

Últimas matérias