Leve, nutritivo e saboroso: 7 tipos de peixes ideais para sua dieta

<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
Peixes: Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.
<strong>Peixes:</strong> Têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana.

Leves, saudáveis, gostosos e altamente nutritivos. Manter a diversividade de peixes no cardápio diário das refeições, além de ser, gastronomicamente, uma saborosa opção, é, também um dos hábitos alimentares mais indicados àqueles que buscam qualidade de vida através da dieta. Com quase 4 mil espécies conhecidas, somente no Brasil, não é tarefa difícil compor um farto menu à base dessas iguarias!

Apesar de a procura por pescados viver crescimento no Brasil-de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) -, o consumo de peixes per capita aumentou cerca de 30% no país-o Ministério da Saúde adverte que nossa ingestão diária do alimento ainda é pouca quanto às recomendações nutricionais elaborada pela Organização Mundial de Saúde. A nutricionista Rossana Torales realça à importância da inclusão de peixes nas refeições.

"Por ter baixo teor de gordura, os peixes têm a carne mais indicada a ser digerida regularmente, de preferência de 3 a 4 vezes por semana. Eles são grandes fontes de proteínas e ômega 3. Possui nutrientes anti-inflamatórios e substâncias que ajudam na construção de tecidos e músculos. Além disso, também é fonte do complexo B12", destacou a profissional. Por causa disso, preparamos um pequeno menu com 7 tipos de peixes deliciosos para sua alimentação.


7 tipos de peixes ideais para a sua dieta saudável

- Dourado: Apelidado de "rei dos rios", o dourado tem propriedades que auxiliam na regeneração de tecidos, regula a pressão e o PH sanguíneos, facilitando os processos digestivos e as contrações musculares.

Nutrientes:
Cálcio, potássio e vitamina D.

- Garoupa: É rica em nutrientes que estimulam a fabricação dos glóbulos vermelhos e facilita o bom funcionamento do sistema neurológico, atuando tanto na formação dos neurônios quanto na transmissão dos impulsos nervosos. Deve ser incluída na alimentação infantil, principalmente durante o primeiro ano de vida, pois colabora na prevenção da deficiência de micronutrientes, como ferro e a vitamina D, essenciais à saúde e ao crescimento.

Nutrientes:
Fósforo, ômega 3, potássio, selênio, vitamina B6 e vitamina B12.

- Linguado: Peixe pequeno de corpo achatado e formato ovalado, o linguado tem ação antioxidante e atua no controle da deterioração celular.

Nutrientes:
Fósforo, iodo, niacina, selênio e vitamina B12 e vitamina E.


- Robalo: Peixe típico de rios que deságuam no mar, o robalo é também é considerado um bom alimento para questões estéticas, pois ajudam a manter a pele e os cabelos saudáveis. Além disso, sua ação antioxidante favorece o sistema imunológico.

Nutrientes:
Cálcio, vitaminas A, C e do complexo B.

– Salmão: A espécie é referência para a saúde do coração, ossos, dentes e regeneração dos tecidos. Os nutrientes presentes podem atuar em processos relacionados à prevenção de doenças.

Nutrientes:
Ferro, fósforo, magnésio, niacina, ômega 3, potássio, selênio, vitamina A, vitamina B1, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B12 e zinco.

– Sardinha: Suas propriedades contribuem para saúde cardiovascular, células nervosas e do tecido ósseo, sistema neurológico e fabricação de glóbulos vermelhos. Na gravidez, o ômega 3 presente na sardinha pode atuar evitando processos inflamatórios de endotélio e melhorando a circulação placentária.

Nutrientes:
Albumina, cálcio, ferro, fósforo, niacina, ômega 3, potássio, selênio e vitamina B12.

–Truta: Essa espécie só sobrevive em águas puras, o que o faz um dos peixes com menores riscos de contaminação. Atua na saúde de ossos e dentes, favorece a regeneração de tecidos e auxilia em processos digestivos e nas contrações musculares.

Nutrientes:
Cálcio, fósforo, ômega 3, potássio, selênio e vitamina A.


Mais noticias com...
Receitas:
Salmão
Ver Mais

Últimas Matérias

Chega de frio! Veja os melhores pratos para se aquecer no inverno sem engordar

Chega de frio! Veja os melhores pratos para se aquecer no inverno sem engordar Chega de frio! Veja os melhores pratos para se aquecer no inverno sem engordar

O inverno já chegou e, com ele, a vontade de comer mais também. Parece até lenda, mas é verdade: nos dias mais frios, nosso apetite fica muito maior por...

> Leia mais
Gorduras totais, saturadas e trans: quais as diferenças entre elas?

Gorduras totais, saturadas e trans: quais as diferenças entre elas? Gorduras totais, saturadas e trans: quais as diferenças entre elas?

A gordura é vista como uma verdadeira vilã na dieta de quem quer seguir uma alimentação saudável e equilibrada - afinal, o termo é logo associado à...

> Leia mais
Complexo B: para que servem as suas vitaminas e como elas nos ajudam a viver bem

Complexo B: para que servem as suas vitaminas e como elas nos ajudam a viver bem Complexo B: para que servem as suas vitaminas e como elas nos ajudam a viver bem

Cada vitamina tem uma função específica no nosso corpo, permitindo que o organismo funcione de maneira eficiente e evitando o surgimento de possíveis...

> Leia mais
Medicina convencional ou alternativa? Conheça as características de cada uma

Medicina convencional ou alternativa? Conheça as características de cada uma Medicina convencional ou alternativa? Conheça as características de cada uma

A medicina é a área do conhecimento responsável pela saúde humana. Mas você sabia que essa prática pode ser feita de duas maneiras bem diferentes? Uma delas...

> Leia mais
Gestante e vegana? Saiba como ter uma alimentação rica em nutrientes

Gestante e vegana? Saiba como ter uma alimentação rica em nutrientes Gestante e vegana? Saiba como ter uma alimentação rica em nutrientes

Ser vegano é decidir abrir mão de uma dieta com alimentos de origem animal, seja porque não concorda com a maneira que os bichos são tratados ou porque...

> Leia mais
Sementes de abóbora: os motivos para você acrescentá-las na sua dieta

Sementes de abóbora: os motivos para você acrescentá-las na sua dieta Sementes de abóbora: os motivos para você acrescentá-las na sua dieta

Ao comprar um alimento orgânico você joga as suas sementes fora? Embora esse seja um hábito muito comum, não deixa de ser uma forma de desperdício, já que...

> Leia mais
Para que serve o ácido clorogênico e como ele pode ajudar quem tem diabetes

Para que serve o ácido clorogênico e como ele pode ajudar quem tem diabetes Para que serve o ácido clorogênico e como ele pode ajudar quem tem diabetes

Quando falamos em ácidos a primeira imagem que nos vem a cabeça é a substância capaz de corroer vários tipos de materiais. Mas em relação ao corpo humano...

> Leia mais
Não sabe o que servir nos jogos do Brasil? Veja 10 opções de lanches saudáveis

Não sabe o que servir nos jogos do Brasil? Veja 10 opções de lanches saudáveis Não sabe o que servir nos jogos do Brasil? Veja 10 opções de lanches saudáveis

Em dia de jogo do Brasil na Copa é preciso fazer churrasco! Embora essa seja uma frase muito comum no período do evento, ela não leva diversos fatores em...

> Leia mais
As bebidas que são calmantes naturais e que ajudam a reduzir o estresse

As bebidas que são calmantes naturais e que ajudam a reduzir o estresse As bebidas que são calmantes naturais e que ajudam a reduzir o estresse

Na correria do dia a dia às vezes a única coisa que precisamos é parar um momento para relaxar e esfriar a cabeça. Esse processo funciona de maneira...

> Leia mais
Cominho é digestivo e evita a anemia! Saiba mais motivos para usar esse tempero

Cominho é digestivo e evita a anemia! Saiba mais motivos para usar esse tempero Cominho é digestivo e evita a anemia! Saiba mais motivos para usar esse tempero

Você sabe o que é cominho? As sementes dessa planta de origem mediterrânea são utilizadas no preparo de alimentos há muitos séculos, tendo feito parte até da...

> Leia mais