Grupos dos vegetais: Entenda como é a classificação nutricional desses alimentos

Dietas novas surgem a todo momento. Contudo, apesar de tantas opções, um coisa todas têm em comum: a chave para manter a boa forma está no consumo de vegetais. Repletos de nutrientes e com pouquíssima quantidade de calorias, o consumo desses alimentos é liberado e recomendado à busca de uma vida mais saudável. Para saber as porções adequadas de cada uma das hortaliças existe uma classificação nutricional de acordo com a quantidade de carboidratos na composição de cada ingridente.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, aproximadamente, o consumo de 400 g de vegetais por dia - o que equivale a três porções - para garantir energia para o dia a dia e saúde para viver com qualidade. "O consumo adequado desses alimentos auxilia na prevenção e controle da obesidade, e outras doenças crônicas como diabetes, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer, pois são fontes de vitaminas, sais minerais e outras substâncias essenciais para melhorar o bom funcionamento do organismo", explica a nutricionista Lidiane Gomes.

Grupos nutricionais dos vegetais

A capacidade nutricional que os vegetais têm não é novidade. Para facilitar a escolha dos alimentos adequados a cada dieta, foi feita uma separação em grupos "A, B e C" das hortaliças, baseadas na quantidade de energia que cada uma fornece. A classificação permite maior flexibilidade na hora de montar seu cardápio, permitindo que componentes do grupo sejam variados sem alteração dos valores calóricos. Veja abaixo!

GRUPO A: Os vegetais do tipo A são os que contêm pouca quantidade de carboidratos, aproximadamente 5%. A quantidade diária recomendada é de 30 g

Exemplos: Abobrinha, alcachofra, acelga, alface, agrião, aipo, aspargo, bertalha, berinjela, brócolis, cebola, cebolinha, chicória, couve, coentro, couve-flor, espinafre, funcho, jiló, maxixe, palmito, pepino, pimentão, rabanete, repolho, salsa, tomate.

GRUPO B: As hortaliças do tipo B são as que têm quantidade moderada de carboidratos, cerca de 10%. Quantidade diária recomendada: 100g

Exemplos: Abóbora, beterraba, cenoura, chuchu, ervilha verde, nabo, quiabo, vagem.


GRUPO C: Os vegetais do tipo C são os que contêm quantidade significativa de carboidratos, cerca de 20%. Quantidade diária recomendada: 50 a 80g

Exemplos: Aipim, batata inglesa, batata calabresa, batata doce, batata-baroa, cará, inhame. mandioca, milho verde, pinhão, semente de gergelim.


OBS: É importante lembrar que, antes de escolher o que comer apenas baseando-se nas calorias, os micronutrientes devem ser levados em consideração. Para conseguir a maior concentração possível dessas substâncias. "Prefira os vegetais da estação, pois são mais nutritivos, além de serem mais saborosos e econômicos", finaliza a Dra. Lidiane.

Ver mais: Alimentação saudável, Alimentos ricos em fibras, Receitas light em calorias

Mais notícias com

Notícias: Batata

Sucos detox: Verde, vermelho ou amarelo. ...

Sucos detox: Verde, vermelho ou amarelo. Qual é a diferença entre essas bebidas?

Mania entre os adeptos de dietas para emagrecer e perder peso, os sucos detox, cada vez mais, ganham opções, sabores e composições. Diferenciados pelas cores verde, vermelha e...

Vegetais congelados perdem os nutrientes?...

Vegetais congelados perdem os nutrientes? Confira 7 mitos e verdades!

Congelar alimentos se tornou tão comum hoje em dia que, às vezes, não percebemos o quanto essa prática é benefíca para a nossa vida! Contudo, apesar disso, ainda existem muitos...

Alimentação variada: Descubra como devemo...

Alimentação variada: Descubra como devemos equilibrar as refeições do dia a dia

Trocar as roupas do armário, mudar os móveis da casa de lugar, criar novos hábitos no dia a dia... Variar é sempre uma atitude saudável quando fazemos pensando em nosso...

Família dos minerais: Conheça os 12 eleme...

Família dos minerais: Conheça os 12 elementos essenciais para o organismo!

Sais minerais. Dentre todos os grupos alimentares importantes para a nossa vida, essa família de nutrientes é das mais extensas e poderosas de todas, afinal, são 12 elementos...

Nutrição e esporte: Saiba como equilibrar...

Nutrição e esporte: Saiba como equilibrar a alimentação com atividades físicas

Quando falamos de uma vida saudável, nada mais justo do que unir uma alimentação, que fornece nutrientes necessários para o organismo, e a prática de atividades físicas...

Batatas: Quais são as preparações mais sa...

Batatas: Quais são as preparações mais saudáveis para consumi-las no dia a dia?

Se tem um alimento que é extremamente eclético e combina com grande maioria das receitas é a batata! Fonte de energia e de nutrientes importantes para o nosso corpo, esse...

40 minutos

Salada mexicana

Salada mexicana

Leve, saudável, colorida e muito saborosa! Quando falamos em salada mexicana, a combinação entre sabor e nutrientes dos ingredientes é uma verdadeira alquimía gastronômica....

Tofu: Descubra as melhores formas para pr...

Tofu: Descubra as melhores formas para prepará-lo de maneira saudável e saborosa

Conhecido como a "carne dos vegetarianos", o tofu é uma descoberta milenar da tradicional gastronomia asiática, mais precisamente da china, e que, cada vez mais, ganha o mundo...

Alimentação e exercício físico: O que com...

Alimentação e exercício físico: O que comer antes, durante e depois dos treinos?

Em ano de Jogos Olímpicos no Brasil, o interesse do brasileiro por praticar esportes cresce ainda mais. Contudo, apesar de sermos um país com bastante vocação esportiva, os...

Fritura pode ser saudável? Descubra alter...

Fritura pode ser saudável? Descubra alternativas para preparar alimentos fritos

Tem dias que é quase impossível resistir a tentações de uma boa coxinha, um pastel da feira ou uma batatinha frita, não é? E ainda há aqueles saborosos salgadinhos servidos como...

Últimas matérias