Fonte de vitamina B6: Combata a depressão com os benefícios do camarão!

Versátil e delicioso, o camarão é um dos frutos do mar que melhor combina com outros ingredientes, sendo apreciado nas mais diferentes receitas e dietas, como a mediterrânea. Além da riqueza no paladar, o crustáceo possui nutrientes que também trazem diversos benefícios para a saúde, principalmente em relação às questões emocionais, que, não combatidos, podem levar à depressão.

De forma equilibrada, sua porção recomendada de consumo é de 6 unidades por dia, adicionar o camarão à alimentação auxilia e muito o nosso bem-estar mental. Isso se deve às suas vitaminas, principalmente do complexo B6, também conhecida como piridoxina, que participa na síntese de serotonina e dopamina, hormônios que ajudam a controlar a ansiedade, irritabilidade e distúrbios no sono.

"Uma alimentação rica em vitamina B6 pode ajudar a amenisar casos leves de depressão", destaca a nutricionista Giovana Morbi. Além desse alívio, dietas ricas nessa vitamina previnem outras disfunções como convulsões, dores crônicas de cabeça, perda de memória e falta de concentração. E tem mais uma vantagem: manter os níveis desse nutriente em dia espantam a TPM e regulam nosso humor, promovendo o bem-estar.

O fruto do mar que possui proteínas de alto valor biológico tem 82kcal a cada 100g. Adicionar esporadicamente o alimento à dieta, tendo a devida orientação profissional, favorece a saúde de muitas outras formas e para isso destacamos mais sete razões para fazer bom uso do alimento:

Outros benefícios do camarão para a saúde

Combate à artrite e artrose: O camarão tem glicosamina em sua composição, substância que desacelera o processo de desgaste natural das articulações por estar envolvida no processo de crescimento da cartilagem.

Previne doenças cardiovasculares: Dentre seus nutrientes está o ômega-3, ácido graxo capaz de impedir que a gordura se deposite nos vasos sanguíneos, evitando a hipertensão e infartos.

Auxilia na recuperação de lesões e fortalece o sistema de defesa do organismo: O camarão tem cálcio, potássio e zinco em abundância, minerais que fortalecem o organismo como um todo.

Previne disfunções da tireoide: O crustáceo é rico em iodo, mineral que equilibra as funções da glândula.

Melhora o funcionamento do intestino: A casca do animal é feita de fibras que, assim como as dos vegetais, regulam o trânsito dos alimentos nos intestinos, melhorando a absorção de nutrientes.

Ação antioxidante que previne o câncer: É fonte de selênio, mineral que tem como efeito a neutralização dos efeitos dos radicais livres, principais causadores de cânceres. Além disso tem vitamina B12, que atua protegendo o DNA e diminuindo também o risco do desenvolvimento de câncer.

Conservação, preparo e cuidados para o consumo de camarão

Conservação: A higiene na hora da limpeza e armazenamento do camarão são de extrema importância. Para evitar qualquer risco de contaminação, o alimento precisa ser mantido devidamente congelado.

Preparo: Para aproveitar todas as vantagens do fruto do mar, devemos ter atenção ao escolher a forma de preparo. O ideal é não adicionar mais gorduras ao prato, para não aumentar ainda mais o aporte calórico, e a fritura deve ser evitada, pois reduz os níveis de ômega-3.

Consumo: O crustáceo contém um composto chamado purina que é transformado em ácido úrico em nosso organismo, fazendo dele um alimento não recomendado para quem sofre de doenças como gota e cálculos renais.

*Giovana Morbi é nutricionista, formada pelo Centro Universitário São Camilo e atua em São Paulo. CRN-SP: 34076

Ver mais: Alimentação saudável, Alimentos ricos em proteínas

Últimas matérias