Farinhas integrais: Conheça 10 tipos funcionais para completar a sua alimentação

Que tal dar um "up!" na sua alimentação saudável substituindo a farinha branca? É hora de inovar na cozinha e abusar das farinhas integrais, afinal, o que não faltam são opções e sabores para você incrementar as suas receitas, sem deixar de incluir importantes nutrientes para o seu dia a dia. Conheça 10 farinhas que irão turbinar a sua alimentação!

As farinhas feitas à base de cereais, sementes ou até mesmo frutas, são boas alternativas na hora de abandonar a farinha branca que tanto está associada à obesidade, doenças crônicas, diabetes e o mal funcionamento do intestino. Dentre os benefícios de incluir as opções saudáveis na alimentação, podemos destacar a inclusão de nutrientes fundamentais para o bom funcionamento do nosso organimo. Segundo a nutricionista Luciana Fiorese, as versões integrais têm ganhado um espaço maior nos mercados e sendo mais utilizadas no preparo de muitos pratos, conquistando cada vez mais o paladar das pessoas:

"Além de saudáveis, as farinhas podem se tornar ingredientes importantes para quem tem restrições alimentares ou precisa combater o colesterol. Temos muitos tipos disponíveis no mercado", destaca a profissional, que nos apresentou as melhores farinhas para acrescermos na nossa alimentação saudável. Confira!

10 farinhas integrais para incrementar a sua alimentação saudável

1 - Farinha de banana-verde: Dentre os benefícios da farinha de banana-verde, podemos destacar a melhora no nosso sistema imune, facilita a digestão e beneficia os índices glicêmicos."Ela estimula a flora intestinal, eliminando aquela sensação de inchaço do dia a dia. Se quiser, faça iogurtes, vitaminas e bolos acrescentando a farinha de banana-verde no preparo", indica a nutricionista.

2 - Farinha de arroz: Podendo ser produzida com o arroz branco ou com o integral, a farinha é uma ótima alternativa para as pessoas que possuem a doença celíaca (intolerância ao glúten), por ser livre da substância. Fonte de fibras, a farinha de arroz é excelente para melhorar o trânsito intestinal e ajudar a regular os níveis de colesterol. Acrescê-la nas receitas de sobremesa, como o brownie, por exemplo, é uma maneira de ter um resultado mais saudável.

3 - Farinha de amêndoa: Fonte de gorduras boas, proteínas e vitamina E, a farinha de amêndoa possui poucas calorias e pode ajudar a combater o colesterol. "Fica ótima como substituta para empanar frango, peixe, fazer almôndegas, bolos e até pode substituir a farinha branca de panquecas e biscoitos, em 1/4 da quantidade", ressalta a profissional.

4 - Farinha de aveia: Dentre os benefícios da aveia, com a farinha do grão não poderia ser diferente, fonte de fibras, proteínas, minerais e vitaminas, a farinha de aveia é responsável pelo bom funcionamento do intestino, ajuda a reduzir o colesterol e proporciona saciedade.

5 - Farinha de berinjela: A iguaria carrega consigo os benefícios do vegetal consumido in natura. Associada ao emagrecimento, a berinjela é eficaz na redução das gorduras encontradas no sangue e é rica em fibras. "Por ser bem versátil, a farinha de berinjela pode ser combinada com a de trigo, ou outra que tenha boa fermentação, para incrementar qualquer receita", reitera a Dra. Luciana.

6 - Farinha de chia: Fonte de energia, fibras, ômega 3, proteínas e com um alto poder antioxidante, a semente de chia é uma das queridinhas da alimentação saudável. A farinha da semente pode ser facilmente incluída na preparação de bolos, tortas, pães, além de poder ser consumida em iogurtes e vitaminas.

7 - Farinha de linhaça: Conhecida por aumentar os níveis do colesterol "bom", o HDL, a farinha de linhaça pode ser incluída na preparação de bolos e pães, e também acrescida em uma porção de frutas. A iguaria também possui ação antioxidante que retarda o envelhecimento precoce das células.

8 - Farinha de coco: O alimento funcional preparado a partir da polpa da fruta, também é uma ótima alternativa para os celíacos, por ser livre de glúten. É rica em fibras, auxilia na digestão e reduz os riscos de diabetes. Segundo a Dra. Luciana, é um ótimo ingrediente para acrescentar nas receitas de bolo.

9 - Farinha de quinua: "Os grãos da quinua são os mais poderosos na hora de turbinar a alimentação, porém, a farinha chega como uma nova opção para suas receitas. A tritura da quinua elimina o sabor amargo característico do grão andino, o que pode facilitar seu uso. Experimente adicionar em biscoitos, bolos e até mesmo no iogurte. A torta de quinua com brócolis é ótima para servir no almoço!", indica a nutricionista.

10 - Farinha de maracujá: Uma das vantagens das farinhas de frutas é que elas são preparadas com a fruta inteira, casca, polpa e semente, unindo todos os nutrientes da fruta em um só alimento. A farinha de maracujá é responsável por ajudar a diminuir os níveis do colesterol, auxilia na digestão e previne o diabetes. Pode ser incluída em sucos e iogurtes.

OBS: Lembrando sempre que o consumo excessivo de qualquer produto ou alimento pode trazer efeito contrário ao esperado. "As farinhas podem causar constipação quando não usada adequadamente. Consulte sempre seu nutricionista para indicar a melhor maneira de introduzir esses produtos na sua dieta", finaliza a profissional.

Ver mais: Alimentação saudável, Sem colesterol, Alimentos sem glúten, Alimentos ricos em fibras

Últimas matérias