Biodisponibilidade: Como podemos aumentar a absorção de nutrientes no organismo?

A união de nutrientes potencializam os valores de qualquer alimento. Essa absorção em nosso organismo se chama biodisponibilidade e é essencial para a vida. Descubra aqui quais combinações são as mais importantes e os melhores meios de se atingir as harmonizações dessas substâncias no dia a dia alimentar.
A união de nutrientes potencializam os valores de qualquer alimento. Essa absorção em nosso organismo se chama biodisponibilidade e é essencial para a vida. Descubra aqui quais combinações são as mais importantes e os melhores meios de se atingir as harmonizações dessas substâncias no dia a dia alimentar.

Se um único nutriente proporciona os mais diversos benefícios à saúde, imagina quando eles estão unidos, potencializando suas forças? Dentro do conceito da alimentação saudável, isso tem nome: biodisponibilidade. Saiba como a absorção dessa combinação de elementos no dia a dia é primordial para a melhor qualidade de vida e no funcionamento completo do organismo!

Quando comemos, os nutrientes dos alimentos interagem entre si, aumentando a ingestão de vitaminas, minerais e fibras, trazendo inúmeras vantagens para o corpo como: emagrecimento natural, melhora do sistema imunológico e fortalecimentos dos músculos. A biodisponibilidade acontece quando absorvermos essas substâncias todas juntas, por isso é tão importante variarmos o nosso cardápio cotidiano, já que podendo aumentar ou diminuir esses níveis.

Por exemplo: o leite é fonte de lactose, vitamina D e cálcio. A união do açúcar (lactose) e da vitamina D, favorecem o organismo no aumento da absorção do cálcio. Segundo a nutricionista Daniella Chein, outro bom exemplo é o ferro e a vitamina C (feijão e laranja) que, quando consumidos em conjunto, podem potencializar essa absorção:

"O organismo só absorve 10% do ferro do feijão. Mas quando o alimento é associado a uma fonte de vitamina C e mais os vegetais verde escuros, a absorção sobe para quase 40%", destaca a profissional que listou quatro das melhores combinações de nutrientes para estarmos atento na hora da refeição. Sendo assim, ao preparar o seu prato no almoço ou no jantar, vale a pena se preocupar com algumas combinações alimentares para que a biodisponibilidade aconteça.

Confira as 4 melhores combinações de nutrientes

- Feijão + couve + laranja (ferro e vitamina C): Os amionoácidos essenciais e o ferro do feijão e da couve mais as vitaminas da laranja (principalmente a vitamina C), aumentam e potencializam a absorção do ferro pelo organismo.

- Tomate + abacate (gorduras monoinsaturadas e licopeno): Como possui gorduras monoinsaturadas (aquela que faz bem ao coração), o abacate transporta com grande eficiência, o licopeno do tomate até o intestino, o que facilita a biodisponibilidade desse nutriente. O licopeno tem o poder de reduzir os radicais livres produzidos pela exposição do sol e da poluição.

- Aveia + morango (vitamina D e vitamina C): Combinação que facilita eliminar uns quilinhos e ajuda na biodisponibilidade da vitamina D, mineral com dificuldades de plena absorção pelo organismo, ideal para vegetarianos. A vitamina D atua prevenindo a osteopenia e osteoporose. E segundo estudos de universidades asiáticas, a vitamina D também deixa os músculos mais resistentes. Resultado: se consegue queimar calorias extras e emagrecer mais facilmente.

- Abóbora e semente de girassol (vitamina E + betacaroteno): A pró-vitamina A (betacaroteno) presente na abóbora é mais bem absorvida na presença da vitamina E, encontrada na repleta na semente de girassol, e tem efeito antioxidante sobre os lipídios (gorduras) que a transportam. O resultado: olhos, pele e mucosas mais protegidos e sistema imunológico em dia.

As interações que diminuem a biodisponibilidade

Assim como há as interações positivas, quando ingerimos certas combinações de nutrientes, há também aquelas que não vão ajudar tanto essa absorção dos nutrientes, como é o caso do cálcio e o ferro. Ao consumir refeições que contenha ferro, como feijão, carnes vermelhas e vegetais verdes escuros, acompanhadas do leite, por exemplo, o cálcio irá diminuir a utilização do ferro no organismo.

Outro caso que também inclui o ferro, quando unido ao zinco, o aumento do ferro interfe na biodisponibilidade de zinco, isso ocorre também no sentido contrário.

* Daniella Chein (CRN 2003100646) é formada em Nutrição Clínica pelo Centro Universitário Bennett e atua no Rio de Janeiro.

Mais noticias com...
Receitas:
Leite
Ver Mais

Últimas Matérias

Água de coco: como substitua a água em sucos

Água de coco: como substitua a água em sucos Água de coco: como substitua a água em sucos

A água de coco é uma bebida muito poderosa e aliada da alimentação saudável. Além de ser uma excelente opção para se hidratar, ela é um isotônico natural e...

> Leia mais
Snacks de até 100 calorias para a hora do lanche

Snacks de até 100 calorias para a hora do lanche Snacks de até 100 calorias para a hora do lanche

Seguir uma alimentação saudável não significa apenas ingerir menos calorias. A alimentação está intimamente ligada à nossa saúde e, por isso, uma dieta...

> Leia mais
Queijo minas, ricota e cottage: qual a diferença entre os tipos de queijo?

Queijo minas, ricota e cottage: qual a diferença entre os tipos de queijo? Queijo minas, ricota e cottage: qual a diferença entre os tipos de queijo?

Queijos são muito saborosos e fazem parte da dieta da maior parte das pessoas não-veganas. Eles podem aparecer em saladas, molhos, sanduíches, pratos quentes...

> Leia mais
Rúcula, espinafre e couve: os benefícios das verduras verde-escuras

Rúcula, espinafre e couve: os benefícios das verduras verde-escuras Rúcula, espinafre e couve: os benefícios das verduras verde-escuras

As verduras são parte fundamental em qualquer alimentação saudável. Elas têm poucas calorias e são ricas em vitaminas e minerais, mas são as folhas...

> Leia mais
Açaí: como aproveitar esse lanche de forma pouco calórica?

Açaí: como aproveitar esse lanche de forma pouco calórica? Açaí: como aproveitar esse lanche de forma pouco calórica?

O açaí é uma fruta original da Amazônia e rica em vitaminas e minerais, trazendo diversos benefícios para a saúde. Ela é muito popular em lanches por todo o...

> Leia mais
Frutos do mar: quais alimentos podemos incluir regularmente na alimentação?

Frutos do mar: quais alimentos podemos incluir regularmente na alimentação? Frutos do mar: quais alimentos podemos incluir regularmente na alimentação?

Não é segredo que os peixes são um alimento importante para a saúde e o bom funcionamento do organismo. Eles são uma excelente fonte de proteínas, além de...

> Leia mais
Propriedades da banana: o que cada tipo da fruta pode fazer pela sua saúde?

Propriedades da banana: o que cada tipo da fruta pode fazer pela sua saúde? Propriedades da banana: o que cada tipo da fruta pode fazer pela sua saúde?

Provavelmente você já ouviu falar das diferentes variedades da banana. Essa fruta - que traz inúmeros benefícios para a nossa saúde - tem muitos tipos,...

> Leia mais
Alimentos ricos em fibras: quais são os 7 melhores para incluir na dieta

Alimentos ricos em fibras: quais são os 7 melhores para incluir na dieta Alimentos ricos em fibras: quais são os 7 melhores para incluir na dieta

É conhecido que o corpo humano necessita de diversos nutrientes para funcionar corretamente. E, para manter a saúde e garantir esse bom funcionamento do...

> Leia mais
Lanches para comer antes e depois de malhar

Lanches para comer antes e depois de malhar Lanches para comer antes e depois de malhar

Muito se fala sobre a importância da alimentação para a manutenção da saúde e prevenção de doenças. Os alimentos que comemos são fonte de energia e...

> Leia mais
Ômega 3 e ômega 9: quais as diferenças entre os dois nutrientes?

Ômega 3 e ômega 9: quais as diferenças entre os dois nutrientes? Ômega 3 e ômega 9: quais as diferenças entre os dois nutrientes?

Você provavelmente já ouviu falar em ômega 3 e ômega 9. Eles estão presentes em diversos alimentos e, muitas vezes, estão destacados nas embalagens, que...

> Leia mais